Granada é uma cidade espanhola, capital da provincia homónima, com uma população aproximada de 270.000 habitantes no limite da cidade e de 500.000 na área metropolitana. Está situada no sopé da Serra Nevada, declarada Reserva da Biosfera pela UNESCO e em 1999 grande parte do território foi declarado Parque nacional pelos seus valores botânicos, paisagísticos e naturais. É o maciço montanhoso de maior altitude da Europa depois do Cáucaso e dos Alpes e o tecto da Península Ibérica, sendo o topo o Pico Mulhacén, de 3.482 m. Granada está situada na confluência dos rios Genil, Darro e Beiro, a uma altitude média de 700 m., junto a uma fértil planicie, a Vega de Granada. Povoada desde o tempo dos Iberos (século VIII a.C.). Há restos de muralhas defensivas do século VI a.C.. Os romanos chamavam-na Iliberis. Forma parte do Reino Visigodo de Toledo. Em 711, os árabes, chefiados por Tarik, submetem Iliberis. A cidade passou então a ser conhecida como Elvira ou Ilibira. Granada representa o culminar do processo da Reconquista cristã da Península Ibérica, já que foi a última cidade a ser tomada aos mouros, pelos Reis católicos. Em Granada encontra-se a famosa Alhambra, fortaleza e palácio de nasrida, declarada Património da Humanidade pela UNESCO em 1984. O seu verdadeiro atractivo, como noutras obras muçulmanas da época, são os interiores, cuja decoração está no cume da arte islâmica. Esta importante atracção turística espanhola exibe os mais famosos elementos da arquitectura islâmica no país, juntamente com estruturas cristãs do século XVI e intervenções posteriores em edifícios e jardins que marcam a sua imagem tal como pode ser vista na actualidade. Em Granada encontra-se também o Generalife e o bairro de Albaicín. Esta riqueza histórica, fruto da tripla influência muçulmana, judia e cristã, fazem de Granada uma das principais cidades turísticas e culturais de Espanha. A Universidade de Granada, fundada por Carlos V em 1531 com o apoio do papa Clemente VII, é sem dúvida uma das mais prestigiadas de Espanha, e confere à cidade um ambiente estudantil de escola de espanhol e variedade de vida nocturna. Contava com quase 60.000 estudiantes em 2003. A Universidade de Granada foi organizada como uma madrassa, quando o rei nasrida Yusuf I de Granada inaugurou, em 1349, o Palacio de la Madraza.

Partilhar e desfrutar:
  • Facebook
  • MySpace
  • Twitter
  • del.icio.us
  • LinkedIn
  • Digg
  • Google Bookmarks
  • Google Buzz
  • Live
  • Yahoo! Buzz
  • StumbleUpon
  • Slashdot
  • Print